REALIDADE ATUAL

14. Realidade Atual do Padre Tiago

Pelo Direito Canônico todo clérigo com 75 anos renúncia as suas funções. Em agosto de 2010, com 80 anos de vida, o Pe. Tiago encerra suas atividades, se tornando Pároco Emérito de Santa Maria Mãe. Deixando como pároco o Pe. José Silvio de Brito. Em comum acordo fica como capelão da Igreja Santa Cruz, na comunidade de Igapó, na praça São Vicente de Paulo.

Um ano antes de entregar a paróquia a Arquidiocese de Natal faz uma homenagem com o título de Monsenhor, por todos os feitos realizados, mas opta por não usá-lo. Para o padre na Igreja não deveria ter títulos honoríficos para não ferir os princípios de simplicidade e humildade do Evangelho de Jesus Cristo.

Em 2011 ele adquiriu um câncer na garganta.

Hoje, ao refletir sobre sua vida e suas ações, ao contemplar seu ser e sua face, com os limites da idade avançada, percebemos a voz trêmula, as mãos cansadas, o olhar distante, o rosto envelhecido, o andar as vezes inseguro, o pensamento longe, os lapsos de memória, toda uma vida de entrega e de doação, a serviço de cada um de nós que constituímos o Povo escolhido de Deus. Mas em contrapartida com a idade e o tempo, ainda percebemos o domínio dos conhecimentos, o entusiasmo de falar de Deus, a perspectiva para o futuro, o avanço da ciência e da tecnologia, o mundo virtual, o estudo do cérebro, a preocupação com o ser humano, a partilha dos bens materiais e da vida, as preocupações com as questões ecológicas e ambientais, tudo em prol de um mundo cada vez mais justo, mais humano e fraterno.

É por tudo isso e muito mais, que hoje, celebramos, jubilosamente, seus 50 anos de presença no Brasil. Agradecendo a Deus toda essa caminhada, sua vocação e missão.

Ao Pe. Tiago, resta-nos, nossa gratidão, nossa prece, nosso carinho e nosso reconhecimento...

< ANTERIOR PRÓXIMO >